Divulgação
Divulgação

Campeão olímpico em 1984, Joaquim Cruz ganha biografia

'Matador de Dragões', de Rafael de Marco, conta trajetória do atleta

O Estado de S. Paulo

03 Março 2015 | 17h18

Único atleta do Brasil campeão olímpico de atletismo em provas de pista, o ex-fundista Joaquim Cruz ganha uma biografia este mês. O "Matador de Dragões", escrito pelo jornalista Rafael de Marco, narra a trajetória do garoto que saiu de Taguatinga, cidade-satélite de Brasília, para chegar ao lugar mais alto do pódio na Olimpíada de Los Angeles-1984 ao vencer a prova dos 800 metros.

O livro, de 396 páginas, terá duas noites de lançamento: em 18 de março, na cidade de Campinas, e no dia seguinte, em São Paulo - ambos os eventos serão no Shopping Iguatemi. O preço de capa é R$ 50,00 e parte do dinheiro arrecadado com a venda será destinado ao Instituto Joaquim Cruz, que desenvolve programas esportivos para crianças e adolescentes no Distrito Federal.

"Contar a minha história é a possibilidade de mostrar ao povo do Brasil que é possível, com trabalho e dedicação, realizar seus maiores sonhos. Eu sonhei ser campeão olímpico, lutei contra todas as dificuldades e batalhei muito para atingir meu objetivo. Fico feliz que as pessoas descubram como foi essa jornada", afirma Joaquim.

A obra lembra das dificuldades do atleta, que sofreu oito cirurgias ao longo da carreira, sua mudança para os Estados Unidos, as polêmicas com dirigentes e a transição da vida de corredor para a de treinador.

"Se tivesse que resumir a trajetória de Cruz em uma palavra seria superação. Apesar do talento e uma condição genética excepcional, ele sofreu com graves problemas físicos, mas nunca desistiu. Fora das pistas, ultrapassou as barreiras das próprias dificuldades sociais para estudar e se formar nos Estados Unidos e se transformar em um cidadão do mundo. Joaquim prova que a força de um atleta não está apenas no corpo, mas na mente", ressalta o escritor.

Joaquim Cruz, de 51 anos, mora nos EUA desde 1981, quando deixou o Brasil para estudar e competir pela Universidade de Eugene, no Estado do Oregon. Hoje, vive na Califórnia, com a mulher e os dois filhos. É contratado do Comitê Olímpico Americano e trabalha como treinador de atletas olímpicos e paraolímpicos no Centro de Treinamento de Chula Vista.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Joaquim Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.