AP Photo/ Rebecca Blackwell
AP Photo/ Rebecca Blackwell

Cancelamento de etapas da Copa do Mundo muda qualificação da ginástica para Jogos

Brasil já tem vaga na Olimpíada com equipe masculina e Flávia Saraiva

Redação, Estadão Conteúdo

10 de fevereiro de 2021 | 16h48

A Federação Internacional da Ginástica (FIG) anunciou, nesta quarta-feira, mudanças no sistema de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A alteração foi provocada pelo cancelamento das etapas de Birmingham e Stuttgart de individual geral, em função da pandemia do coronavírus

A Copa do Mundo iria distribuir vagas para a Olimpíada, sendo uma compensação para as principais nações da ginástica, após as equipes serem reduzidas de cinco atletas para quatro.

Dos quatro eventos previstos para a Copa do Mundo, só um foi realizado, em Milwaukee, no ano passado. Era necessária a participação em ao menos três para buscar uma vaga olímpica, mas o cancelamento dos eventos europeus inviabilizou essa possibilidade. Agora, então, o único previsto é o de Tóquio, em 4 de maio, que também servirá como evento-teste para a Olimpíada. 

"Apesar dos melhores esforços dos organizadores, o reforço das proibições de entrada na Europa nas últimas semanas reduziu drasticamente a capacidade de atletas estrangeiros participarem de eventos no continente", disse a FIG em um comunicado.

A FIG decidiu, assim, ampliar a distribuição de vagas baseada nos resultados do Mundial de 2019. Com a definição, os Estados Unidos, a Rússia e a China foram, cada um, agraciados uma vaga extra para a disputa feminina em Tóquio. Os russos e os chineses também terão mais um participante no evento masculino, assim como o Japão. 

Com 98 vagas em cada naipe, a ginástica já distribuiu 84 nos eventos masculinos e 82 nas disputas femininas. As demais estarão em disputa em campeonatos continentais e na Copa do Mundo de Aparelhos, que tem sua final agendada para Doha, entre 10 e 13 de março.

O Brasil assegurou presença na Olimpíada, através do Mundial de 2019, com a equipe masculina e Flávia Saraiva. E poderá classificar mais vagas femininas no Campeonato Pan-Americano, previsto para ser realizado no País, mas ainda sem data e local de disputa determinados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.