Wu Hong/EFE
Wu Hong/EFE

Chama olímpica de Jogos de Inverno será acesa sem público na Grécia

Carregamento da tocha até Atenas será feita por dois carregadores e sem passeio tradicional

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2021 | 10h01
Atualizado 17 de outubro de 2021 | 10h01

A chama olímpica dos Jogos de Inverno de Pequim 2022, realizados de quatro a 20 de fevereiro, será acesa nesta segunda no Templo de Hera, na cidade de Olímpia, na Grécia, em uma cerimônia sem público. A tocha seguirá até Atenas sem o tradicional passeio.  

A cerimônia vai ocorrer em conformidade com os regulamentos de saúde gregos de combate à pandemia. Assim como na ignição da chama dos Jogos de Tóquio realizados neste verão, com um público reduzido, estarão presentes representantes dos Comitês Olímpicos Internacional (COI), da Grécia e da China. Entre eles, o presidente do COI Thomas Bach e a presidente da Grécia, Katerina Sakellaropoulou.    

O translado até o Estádio Panatenaico, em Atenas, vai contar apenas com dois carregadores, um chenês e um grego. O caminho da tocha não contará com o tradicional roteiro que passa por cidades e locais emblemáticos da Grécia.

   

Até este ano, a chama só havia sido acesa de portas fechadas em 1984, quando os organizadores gregos protestaram contra a natureza comercial das Olimpíadas de Los Angeles./Com informações de EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.