Chávez elogia 'perfeição' dos Jogos e avanços da China

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, elogiou hoje a "perfeição" dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, ao ressaltar os avanços "milagrosos" que a China alcançou sob a condução de um "Governo comunista".   Veja também:Balanço da Olimpíada de PequimGaleria de fotosA campanha brasileira na Olimpíada de Pequim Todos os momentos da cerimônia Pesquisa aponta que um terço da população viu os Jogos Frases que marcaram a Olimpíada de Pequim  Os 10 melhores momentos dos Jogos Olímpicos de Pequim Nuzman admite necessidade de psicólogo na delegação do Brasil Anistia Internacional desaprova governo chinês nos Jogos  'Jogos promoveram solidariedade, amizade e paz', diz Hu Jintao   Em seu programa de rádio e TV "¡Alô Presidente!", Chávez afirmou que os Jogos de Pequim "foram perfeitos, entre os melhores da história".   "Um povo feliz, milhões de chineses tomando as ruas e as avenidas. Não houve nem um protesto, nem repressão nem nada", disse o líder venezuelano. Chávez rejeitou as acusações dos Estados Unidos de que na China se "violam os direitos humanos" e que é um país marcado pelo "atraso" político, social e econômico.   A China é "um país socialista, com um Governo comunista e uma economia aberta, um país que realizou milagres", declarou Chávez. O presidente da Venezuela anunciou uma visita oficial à China em setembro, em uma data ainda não determinada

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.