China faz treinamento antiterror no metrô para a Olimpíada

'Planejamos equipar as 90 estações com instalações que controlem a segurança', prometem os organizadores

REUTERS

05 de fevereiro de 2008 | 14h32

A China iniciou um treinamento antiterrorismo nas estações de trem subterrâneas de Pequim, como parte dos preparativos para os Jogos Olímpicos deste ano, informou a agência de notícias estatal Xinhua, citando fontes do metrô. O teste foi feito domingo em duas estações de conexão e no lugar onde se localiza a vila olímpica, acrescentou a agência. "Isto é um ensaio. Planejamos equipar as 90 estações com instalações que controlem a segurança para garantir que funcione durante os Jogos Olímpicos", disse um empregado do metrô, de sobrenome Zhang, citado pela Xinhua. As estações estarão equipadas com máquinas de raios-X para a inspeção da bagagem de mão, semelhantes às usadas nos aeroportos da China e nas estações de trem mais importantes, destacou a Xinhua. A China informou no ano passado que os ataques terroristas seriam a maior ameaça para os Jogos e que foram intensificadas as normas de segurança contra os militantes, assim como as duras medidas contra os dissidentes e manifestantes.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008terrorismometrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.