China veta cigarro em táxi para realizar uma 'Olimpíada Verde'

Aquele que descumprir a lei e for pego fumando dentro do veiculo terá de pagar uma multa de cerca de R$ 50

ANSA,

02 de outubro de 2007 | 13h27

A prefeitura de Pequim proibiu o fumo nos táxis em serviço da capital chinesa. A decisão faz parte das medidas tomadas para garantir que os Jogos Olímpicos de 2008 sejam "verdes", como prometeu o comitê organizador, o Bocog. Os motoristas surpreendidos com o cigarro aceso vão receber multa de 200 yuans (mais de R$ 50). No mês de abril, o fumo foi proibido pela primeira vez em diversos locais públicos da capital, em restaurantes, escolas, hospitais etc.  Fumar é considerado um luxo e, sobretudo no interior do país, é freqüente que, junto ao tradicional chá, seja oferecido com insistência um cigarro a um hóspede. Os cigarros são ainda dados a parentes e amigos em eventos especiais, como aniversários e casamentos. A China é o país que produz e consome o maior número de cigarros do mundo. Segundo estudo da Organização Mundial da Saúde estima-se que, em 2020, 2,2 milhões de chineses morrerão prematuramente devido ao fumo.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.