Chinês é preso por falsificar site oficial da Olimpíada de 2008

Engenheiro Liao Peigui, de 20 anos, ganhou cerca de R$ 100 mil ao promover uma série de sorteios falsos

01 de outubro de 2007 | 15h18

Um chinês que clonou um site da Olimpíada e ganhou cerca de US$ 50 mil dólares (cerca de R$ 100 mil) com sorteios falsos foi preso pela polícia na província de Hainan, disse a imprensa oficial da China. Liao Peigui, 20, engenheiro de computação da cidade de Danzhou, convencia suas vítimas a transferir entre 10% e 20% do valor do "prêmio" para uma conta bancária aberta por ele. A cópia do site oficial dos Jogos, que atualmente recebe mais de 1 milhão de visitas por dia, rendeu a Liao 400 mil yuans (R$ 101 mil), afirmou a agência Xinhua na noite de domingo. A China é considerada a capital mundial da falsificação, provocando prejuízos de bilhões de dólares na venda de DVDs, roupas de marca, equipamentos eletrônicos e programas de computador. Nos últimos meses, Pequim realizou uma campanha para retirar produtos falsificados sobre as Olimpíadas das ruas da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008internet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.