Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Fred Murray/Red Bull Content Pool
Fred Murray/Red Bull Content Pool

Ciclista cria cenário de BMX com obstáculos em movimento

Kriss Kyle se inspira em caleidoscópio em projeto inovador

O Estado de S. Paulo

11 de novembro de 2015 | 17h01

Imagine fazer manobras de BMX em uma pista com obstáculos em movimento. Foi esse o desafio proposto pelo ciclista escocês Kriss Kyle em seu novo projeto: Kaleidoscope (caleidoscópio). O cenário para as gravações de sua apresentação foi inspirado no aparelho de física, que, segundo o dicionário, é usado para 'obter imagens em espelhos inclinados, e que a cada momento apresenta combinações variadas e interessantes'.

O filme foi dirigido pelo estreante Ben Scott, que se disse impressionado com o perfeccionismo de Kyle no momento das gravações. "Kriss conseguia fazer tudo de primeira, mas muitas vezes ele não ficava tão satisfeito, então pedia para repetir a manobra até que ficasse perfeita". 

"Eu já estive em diversos sets ao longo de minha carreira, mas você nunca está preparado para ouvir um atleta virar para você no meio da gravação e falar: 'sabe aquele 38 foot drop combo? Então, estou pensando em fazer isso de costas'. Isso sim assusta!", conta Scott.

Além movimento, o cenário projetado pelo ciclista também conta com vários efeitos e jogos de ilusão de ótica. "Não teria sido possível sem ele. Junto com o time de designers, íamos mostrando a ele os obstáculos e ele dizia se seria possível executar ou não. Depois, ele começou a desenhar os obstáculos que ele imaginou, mas aí foi minha vez de dizer quais não conseguiríamos construir. No fim, chegamos a um consenso de cerca de 14 obstáculos", explica o diretor.

Todas as manobras executadas por Kriss Kyle são inéditas, ou tiveram alguma modificação para que fossem feitas pela primeira vez durante o filme. Confira abaixo o resultado final.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ciclismo, BMX

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.