Satiro Sodre| SS Pres
Satiro Sodre| SS Pres

Cielo lidera nos 50m, consegue índice e se aproxima dos Jogos

Brasileiro faz o 2º melhor resultado do País na prova

Demétrio Vecchioli, Estadão Conteúdo

20 de abril de 2016 | 09h56

Cesar Cielo deu, na manhã desta quarta-feira, um grande passo para se garantir nos Jogos Olímpicos do Rio. Se não igualou os melhores resultados da carreira, ao menos baixou o índice olímpico nos 50 metros livre ao nadar a prova mais rápida da natação em 21s99 nas eliminatórias do Troféu Maria Lenk, evento-teste do Estádio Aquático Olímpico. O campeão olímpico de Pequim, em 2008, disputou a quinta de seis baterias e fez o melhor resultado da manhã, sendo o único a nadar na casa dos 21 segundos. Mesmo assim, fez cara de poucos amigos quando viu o resultado no telão. A marca o coloca no sétimo lugar do ranking mundial de 2016.

O segundo mais rápido da manhã foi Ítalo Manzine, com 22s16, na quarta bateria. Marcelo Chierighini fez 22s22 e Bruno Fratus 22s35. Ambos estiveram na última largada. Tudo será decidido nas finais, que nesta quarta-feira começam às 17 horas. A prova dos 50m livre masculino é a primeira do programa. Por enquanto, Bruno Fratus tem o melhor tempo de qualificação porque fez 21s50 no Torneio Open, em dezembro, em Palhoça (SC), na primeira seletiva da natação brasileira.

Cesar Cielo assumiu o segundo lugar na lista, deixando para trás os 22s08 de Ítalo em Palhoça. Chierighini também foi melhor na primeira seletiva, com 22s17, enquanto Henrique Martins tem 22s25. CIelo queria nadar na casa dos 21 segundos e conseguiu. A final A nesta quarta-feira terá Cielo, Ítalo, Chierighini, Fratus, Alan Vitória e Gabriel Santos, além de dois estrangeiros. Na final B estarão, entre outros, Matheus Santana, João de Lucca, Gustavo Godoy, Walter Lessa e Henrique Martins. Apenas os dois primeiros de melhor tempo vão para a Olimpíada nos 50m livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.