Alexandre Castello Branco/COB
Alexandre Castello Branco/COB

Clássico entre Brasil e Argentina no futsal agita os Jogos da Juventude

Rivais sul-americanos se enfrentam pela semifinal masculina nesta segunda, às 20h, em Buenos Aires

Paulo Favero, enviado especial / Buenos Aires, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2018 | 05h00

O Brasil terá um teste de fogo nesta segunda-feira nos Jogos Olímpicos da Juventude. A equipe masculina de futsal enfrenta a Argentina às 20h, no estádio principal no Parque Tecnópolis, em Buenos Aires. O duelo vale vaga na decisão da competição. Na outra semifinal, o Egito encara a Rússia, em duelo às 18h.

Para mostrar que a partida entre Brasil e Argentina é um momento de integração dentro dos Jogos, as duas seleções se encontraram no domingo na zona internacional da Vila Olímpica em clima cordial e posaram juntas para fotos. A ideia do Comitê Organizador é mostrar que apenas o aspecto esportivo está em pauta.

"A gente não pode perder o caráter dos Jogos. A gente sabe que a rivalidade é de infância, mas é bacana e interessante criar esse clima amistoso e tudo que acontecer que fique dentro do jogo. Não podemos alimentar nada além disso, por isso esse encontro com eles foi bacana. Vamos nos preparar bem, pois será um confronto difícil para os dois lados", disse Daniel Junior, técnico da seleção brasileira de futsal.

O ginásio com capacidade para 6.500 pessoas deverá estar completamente tomado, até porque será feriado na Argentina em comemoração ao Dia da Diversidade Cultural, comemorado em 12 de outubro, mas que passou para hoje por causa dos Jogos da Juventude. Então a expectativa é enorme, ainda mais por causa da rivalidade no futebol entre os países.

"É bom para todo mundo que esteja cheio, para o esporte, para a formação dos meninos, para a Fifa que está na luta para que a modalidade seja olímpica. A presença do público ajuda a vender a modalidade. Que seja um bom jogo e nada melhor que um Brasil x Argentina para o evento. Pena que não é a final da competição. Do nosso lado, vamos fazer de tudo para vencer", completou o treinador.

Um reforço na segurança será feito para esse evento de alta demanda, mas como os ingressos são gratuitos nos Jogos, a entrada será por ordem de chegada. Quando lotar, só entrará no ginásio um torcedor assim que outro sair. Muitos atletas do Time Brasil que não estarão em ação no momento já mostraram interesse em acompanhar o duelo.

Para entrar no ginásio de futsal, o torcedor precisa ter o passe olímpico (foram distribuídos 600 mil no total, com cadastro dos fãs) e seguir as normas do Guia do Espectador, que proíbe entre outras coisas a utilização de sinalizadores ou batuques. Um comportamento inadequado, com gritos excessivos ou brigas, fará com que a pessoa seja retirada do local.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.