Montagem/COB
Montagem/COB

COB abre votação para eleger o 'Atleta da Torcida' 2015

Ao todo, nove atletas (sendo uma dupla) participam de eleição

O Estado de S. Paulo

22 de novembro de 2015 | 17h00

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) abriu sua votação online para eleger o "Atleta da Torcida" em 2015. A premiação, que acontece paralelamente ao Prêmio Brasil Olímpico, permite ao público votar pela internet em um de oito escolhidos. O mais votado será anunciado na cerimônia que premiará os melhores do ano, no dia 15 de dezembro. O vencedor não ganhará apenas reconhecimento, mas também R$ 30 mil. 

São cinco homens (uma dupla) e quatro mulheres que estão disputando: Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Erika Miranda (judô), Fabiana Murer (atletismo - salto com vara), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Marcelo Melo (tênis), Thiago Pereira (natação), Alison e Bruno (vôlei de praia) e Yane Marques (pentatlo moderno). 

A votação será toda em dois sites: na página do Facebook da entidade e no site do COB.É a segunda vez que a entidade premia os favoritos do público.Já o prêmio de melhor atleta do ano está em sua 17ª edição. São escolhidos os melhores em cada uma das 49 modalidades, feitos por um júri de especialistas composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte.  

Confira os perfis dos concorrentes ao prêmio de Atleta da Torcida 2015:

Alison e Bruno - Vôlei de Praia 

Campeões Mundiais e Campeões do Circuito Mundial em 2015, Alison e Bruno levaram ainda os seguintes prêmios da Federação Internacional de Voleibol: Jogador mais marcante da temporada, Melhor Bloqueio, Melhor Defesa, Melhor Ataque, Melhor Atleta do Ano e Melhor Equipe do Ano. 

Ana Marcela Cunha - Maratona Aquática 

Medalha de bronze na prova olímpica de 10km, e ouro na prova de 25km, ambas no campeonato mundial de Kazan, Ana Marcela conquistou, desde o ano passado, 15 pódios internacionais consecutivos, mantendo-se entre as líderes do ranking mundial da maratona aquática.

Érika Miranda- Judô 

Medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de Toronto e no Grand Slam de Baku, na temporada 2015, Érika conquistou ainda o bronze no Campeonato Mundial no Cazaquistão, sendo a única judoca brasileira a chegar ao pódio nos três campeonatos mundiais desse ciclo olímpico. 

Fabiana Murer - Atletismo 

Há 10 anos no Top 10 da modalidade, Fabiana Murer continua entre os destaques do salto com vara e conquistou, na temporada 2015, sua quarta medalha em campeonato mundial, sendo a principal atleta brasileira na história dos Mundiais de Atletismo. 

Isaquias Queiroz - Canoagem 

Além de conquistar três medalhas no Pan-americano de Toronto, no campeonato mundial na Itália, Isaquias abriu mão de competir na prova C1 1000, onde tinha potencial para ser campeão, para buscar a classificação em outras duas provas para os Jogos Rio 2016: terminou a competição como campeão no C2 1000 e com um bronze no C1 200, classificando os dois barcos. 

Marcelo Melo - Tênis 

Campeão em Roland Garros, em duas etapas do ATP 1000 e em três do ATP 500, Marcelo Melo tornou-se o número 1 de duplas no ranking mundial, fato inédito para o tênis brasileiro. 

Thiago Pereira - Natação 

Há mais de uma década mantendo-se entre os melhores, Thiago Pereira conquistou uma prata no Campeonato Mundial de Kazan, e cinco medalhas no Pan de Toronto, tornando-se o maior medalhista dos Jogos Pan-americanos, com 23 medalhas. 

Yane Marques - Pentatlo Moderno 

Em 2015, Yane Marques conquistou o ouro nos Jogos Pan-americanos de Toronto e o Bronze no Campeonato Mundial de Pentatlo Moderno, continuando a destacar o Brasil no cenário mundial de uma das mais tradicionais modalidades do programa dos Jogos Olímpicos. Essa foi a segunda vez que a atleta subiu ao pódio em campeonatos mundiais.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio 2016OlimpíadaJogos OlímpicosCOB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.