Beto Noval/COB
Beto Noval/COB

COB inaugura escultura e pede engajamento da torcida para Olimpíada de Tóquio

Entidade cria letreiro com a hashtag #SOMOS TIME BRASIL nas comemorações de 500 dias para os Jogos de Tóquio

Redação, Estadao Conteudo

12 de março de 2019 | 18h14

A 500 dias do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) inaugurou nesta terça-feira uma escultura para marcar o início da contagem regressiva. O letreiro com a hashtag #SOMOS TIME BRASIL, de cinco metros de altura e dois de largura, vai ficar exposto na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. O painel também será exibido Bangu Shopping.

"O nosso objetivo com essa ação é dividir com a população e os nossos atletas o início da contagem regressiva para os Jogos Olímpicos", disse o vice-presidente do COB, Marco La Porta. "Temos a convicção de que esses 500 dias passarão muito rápido. E, por isso, estamos trabalhando intensamente. Nossa equipe já vem preparando a logística com muita antecedência, desde antes do Rio-2016, para oferecer as melhores condições possíveis a nossos atletas", afirmou o dirigente.

La Porta crê que será complicado preparar a delegação para um evento no Japão, do outro lado do mundo. "Nós sabemos que os desafios para Tóquio serão muitos: a cultura, a gastronomia, a distância. Mas nossas seis bases no Japão já estão sendo testadas para que a hora que o atleta chegue lá, só se preocupe com o desempenho esportivo", afirmou.

Marcaram presença no evento o diretor-geral do COB, Rogério Sampaio, o diretor de Esportes, Jorge Bichara, a diretora de Comunicação e Marketing da entidade, Manoela Penna, e os ex-atletas Torben Grael (vela), Jackie Silva (vôlei de praia), Giovane Gávio (vôlei), Robson Caetano (atletismo) Ágatha Rippel (vôlei de praia), Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Marcelinho Machado (basquete). O nadador Guilherme Costa e a velejadora Gabriela Nicolino também compareceram.

"Lutei muito para participar de uma Olimpíada e consegui no final da minha carreira. É a realização máxima de qualquer atleta", comentou Marcelinho Machado, que defendeu o Brasil na Olimpíada de Londres, em 2012.

"Parece muito, mas 500 dias passam muito rápido e é fundamental que os atletas tenham o apoio da torcida. Nos últimos Jogos, nós tivemos a torcida muito perto, na nossa casa. Agora vai ser longe, do outro lado do mundo. Que os torcedores usem a hashtag para mandar seus vídeos, suas mensagens, porque isso vai ser um combustível a mais para os atletas", afirmou Marcelinho Machado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.