Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

COI autoriza atleta alemã a usar faixa com a bandeira do arco-íris na Olimpíada de Tóquio

Nike Lorenz, da equipe de hóquei feminino, recebe permissão após acordo entre a entidade olímpica e a federação da Alemanha

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2021 | 02h14

Em apoio a diversidade sexual, o Comitê Olímpico Internacional (COI) autorizou a alemã Nike Lorenz, do time de hóquei feminino, a usar uma faixa de capitã com a bandeira do arco-íris, principal símbolo LGBTQI+, na Olimpíada de Tóquio. Nas redes sociais, a atleta comemorou a vitória. "O amor sempre vence", escreveu.

A anuência para o uso do símbolo ocorre após a Federação Alemã de Esportes Olímpicos (DOSB) enviar um pedido ao COI. O acordo foi anunciado pela entidade do país nesta quinta-feira. 

"A Nike Lorenz já foi informada, agradece ao DOSB e ao Hockeybund e vai usar as cores do arco-íris nas meias para o jogo de abertura contra a Grã-Bretanha, no domingo", escreveu a DOSB no Twitter. 

Alfons Hörmann, presidente do federação, também comemorou a autorização, afirmando estar "satisfeito" pelo time de hóquei feminino ter a liberdade de fazer uma declaração sociopolítica na Olimpíada. 

A permissão para o uso do adereço com o sinal LGBTQI+ ocorre menos de 24 horas após o COI recuar da decisão de barrar imagens e vídeos de protestos de atletas em seus canais oficiais e em suas redes sociais também. A repercussão negativa causada pelo silêncio nos canais da entidade quanto aos protestos antirracistas protagonizados por seleções femininas de futebol na quarta motivou a mudança. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.