COI: 'Não há provas de fraude na idade de ginastas chinesas'

He Kexin, Jiang Yuyuan e Jang Yilin são suspeitas de terem participado dos Jogos com menos de 16 anos

EFE,

22 de agosto de 2008 | 05h10

A porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI), Giselle Davies, disse nesta sexta-feira que "não há provas até o momento" de que as ginastas chinesas He Kexin, Jiang Yuyuan e Jang Yilin sejam menores de 16 anos, idade mínima permitida para que um atleta possa competir em Jogos Olímpicos.Veja também: China reafirma que ginasta tem 16 anos, de acordo com regraA Federação Internacional de Ginástica (FIG) desenvolve uma investigação após inúmeras fontes terem levantado suspeitas sobre a idade real das ginastas chinesas."O COI cumpre com sua obrigação para que sejam esclarecidas todas as dúvidas. Estamos à espera do relatório final da FIG, mas por enquanto não há evidência de um descumprimento das normas de elegibilidade por idade", avaliou a porta-voz do COI."Também foram disponibilizadas certidões de nascimento que são corretas", disse Giselle em entrevista coletiva habitual realizada no centro internacional de imprensa dos Jogos.Wang Wei, porta-voz do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog, na sigla em inglês), afirmou que a "China apresentou todos os documentos que comprovam a idade das ginastas e que estas estavam aptas a competir, tanto que a própria FIG havia dado a elas sinal verde para isso".Normas da ginástica estabelecem que o atleta deve completar 16 anos pelo menos dentro do ano em que serão realizados Jogos Olímpicos para poder participar do evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.