Denis Balibouse/ EFE
Denis Balibouse/ EFE

COI retira de documentário histórico as imagens dos Jogos Olímpicos de Berlim

Conteúdo mostrava com destaque o ditador Adolf Hitler e símbolos do nazismo

Redação, Estadao Conteudo

24 de julho de 2020 | 17h07

O Comitê Olímpico Internacional (COI) retirou as imagens dos Jogos de Berlim/1936 de um documentário sobre a história olímpica, que vai contar os principais momentos esportivos desde Atenas/1996 até o Rio/2016 como preparação para as competições em Tóquio ano que vem, "Um ano para o futuro".

"Pedimos desculpas a quem possa se sentir ofendido pelo filme dos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936", escreveu o COI em suas redes sociais, ao noticiar também a eliminação das imagens. Muitas delas mostravam com destaque o ditador Adolf Hitler e símbolos do nazismo.

Segundo a entidade, nem mesmo os momentos históricos dos feitos obtidos pelo norte-americano Jesse Owens no atletismo serão utilizados. "A história de Jesse Owens é icônica, que representa o espírito de fraternidade em seu mais alto nível", destacou o COI, referindo-se à relação entre o atleta dos Estados Unidos e o alemão Luz Long, seu rival nas pistas e amigo fora delas.

Medalha de ouro nos 100m, 200m, 4x100m e no salto em distância, Owens subiu ao pódio diante d Hitler e sofreu com a segregação racial quando retornou aos Estados Unidos.

"Já na Vila Olímpica, ele vivia em igualdade com todos os atletas, desfrutando dos mesmos direitos. Por intermédio de suas vitórias, deu uma lição importante ao regime nazista", relembrou o COI.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.