Reprodução
Reprodução

Thauany Araújo estreia com bronze na Copa do Mundo de Ginástica

Ginasta de 16 anos ganha medalha nas barras assimétricas

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2015 | 20h12

Thauany Araújo estreou em grande estilo em uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística. A brasileira, de apenas 16 anos, conquistou a medalha de bronze na prova das barras assimétricas no Gradski Hall, em Osijek, na Croácia, neste sábado, quando o brasileiro Caio Souza também disputou a final nas barras paralelas, mas acabou ficando fora do pódio ao terminar esta disputa na quarta colocação.

Neste domingo, o Brasil voltará a lutar por medalhas em solo croata, sendo que o grande nome da ginástica nacional, o campeão olímpico e mundial Arthur Zanetti, estará em ação nas argolas. Jade Barbosa é outro destaque que também tentará brigar por um lugar no pódio.

Na disputa que a levou ao bronze neste sábado, Thauany abriu a final das barras assimétricas, depois de ter somado 12,700 pontos na fase classificatória. Já na decisão, ela contabilizou 13,175 para subir ao pódio, sendo superada apenas pela britânica Ruby Harrold, ouro com 14,125, e pela finlandesa Annika Urvikko, prata com 13,275.

"A Thauany superou o nervosismo e alcançou o objetivo, que eram as finais e agora essa medalha. Ela está de parabéns", afirmou um dos técnicos da seleção feminina de ginástica, Francisco Porath. "Para amanhã, vamos torcer para que tanto a Thauany quanto a Jade consigam realizar tudo o que vem apresentando nos treinamentos. A Jade tem feito boas séries e se mostrado bastante motivada", completou.

Já na prova das paralelas masculinas, Caio somou 15,150 pontos e foi superado por muito pouco pelo japonês Hidetaka Miychi, bronze com 15,225. Já o outro ficou com o ucraniano Oleg Verniaiev, com 16,050, e a prata com o turco Ferhat Arican, com 15,250.

Nas finais deste domingo, além de Zanetti, Lucas Bitencourt também representará o Brasil nas argolas. Caio Souza, por sua vez, estará nas disputas das finais do salto e da barra fixa, ao lado de Arthur Nory Mariano. No feminino, Thauany e Jade Barbosa estão na decisão da trave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.