Marcos Mesquita/Divulgação
Marcos Mesquita/Divulgação

'Pacto pelo Esporte' é lançado com a presença de ex-atletas

Projeto lançado em SP visa melhorar a gestão esportiva no Brasil

Estadão Conteúdo

28 de outubro de 2015 | 15h09

Com a presença de medalhistas olímpicos como Gustavo Borges, Hortência e Ana Mozer, foi lançado em São Paulo, nesta quarta-feira, o chamado ''Pacto pelo Esporte''. O projeto, liderado pela ONG Atletas pelo Brasil, pelo Instituto Ethos e pelo Grupo de Lides Empresariais (Lide), promete revolucionar o apoio privado a confederações, federações e clubes.

Vinte empresas, dentre as quais algumas das que mais investem em esporte no País, são signatárias do Pacto. O acordo é voluntário e vai definir regras e mecanismos nas relações entre os patrocinadores e as entidades esportivas.

Os signatários do Pacto se comprometem com cláusulas que determinam que apenas as entidades que cumprirem determinados requisitos de gestão terão acesso a investimentos destas empresas. A tendência é que, com as entidades apresentando melhores modelos de gestão, aumente o interesse privado em investir no esporte.

"As cláusulas da autorregulamentação foram estipuladas pelas companhias participantes do grupo de trabalho do Pacto, formado há cerca de um ano, e tratam das novas condições nas áreas de gestão, governança e transparência para efetivação dos patrocínios feitos pelas empresas às entidades. Os contratos já em vigor serão respeitados. Após o período de dois anos, os novos patrocínios passarão a seguir as regras firmadas pelo acordo", explica o Pacto.

A secretaria-executiva do grupo será exercido pela ONG Atletas pelo Brasil, liderada pela ex-jogadora de vôlei Ana Moser. As empresas signatárias, que farão parte da plenária do Pacto, terão uma série de ações que visam contribuir para que as entidades esportivas consigam cumprir os itens presentes no documento.

São signatários do Pacto: Aché, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, Carrefour, Centauro, Coca Cola, Construtora Passarelli, Correios, Decathlon, Estácio, EY, GOL, Itaú, Johnson & Johnson, McDonald''s, P&G, Somos Educação, TAM e Vivo.

Tudo o que sabemos sobre:
Pacto pelo Esporteesportes olímpicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.