Com 7 estrangeiros, seleção de hóquei define convocados para o Rio-2016

Relação inicial de 18 nomes teve dois cortes

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2016 | 20h50

Com sete jogadores estrangeiros, a seleção brasileira de hóquei sobre a grama definiu nesta sexta-feira a lista final de convocados para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A relação inicial de chamados foi reduzida de 18 para 16 atletas.

A convocação é marcada pela contribuição de estrangeiros que foram naturalizados brasileiros. São sete ao todo, nesta condição. O atacante Joaquín Lopez é da Argentina, o meia Adam Imer nasceu na Austrália, o defensor Christopher McPherson é inglês, enquanto os defensores Yuri Van Der Heijden e Ernst Rost-Onnes o meia Patrick Van Der Heijden são holandeses.

Já o defensor Stephane Vehrle-Smith nasceu em Recife, mas foi adotado por um casal estrangeiro e cresceu na Inglaterra. Além deles, foram chamados dois reservas - o defensor Marcos Pasin e o atacante Augusto Felipe - que poderão competir em caso de lesão dos demais convocados.

Confira abaixo a lista final de convocados:

Goleiros: Rodrigo Faustino (Rio Hockey Club) e Thiago Bomfim (Carioca Hóquei Clube);

Defensores: Bruno Mendonça (Rio Hockey Club), Christopher McPherson (Carioca Hóquei Clube), Ernst Rost-Onnes (Hockeyvereniging HIC/Holanda), Stephane Vehrle-Smith (Holcombe Hockey Club/Inglaterra) e Yuri Van Der Heijden (Larensche Mixed Hockey Club/Holanda);

Meias: André Patrocínio (Carioca Hóquei Clube), Adam Imer (Labrador Hockey Club/Austrália), Patrick Van Der Heijden (AMHC Apeldoorn/Holanda) e Paulo Batista Junior (Hóquei Clube Desterro);

Atacantes: Bruno Paes (Florianópolis Hóquei Clube), Joaquín Lopez (Rio Hockey Club), Lucas Paixão (Florianópolis Hóquei Clube), Matheus Borges (Carioca Hóquei Clube) e Rodrigo Steimbach (Sociedade Germânia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.