Com equipe jovem, Brasil leva 15 medalhas no Pan de judô

Dirigentes da delegação brasileira festejam resultado obtido no campeonato realizado nos Estados Unidos

Efe,

11 de maio de 2008 | 15h15

Com uma equipe formada por atletas jovens e experientes, a seleção brasileira de judô conquistou 15 medalhas no Campeonato Pan-Americano Sênior, que terminou sábado em Miami, nos Estados Unidos. Ao todo, foram sete ouros, seis pratas e dois bronzes. Os medalhistas de ouro foram Victor Penalber, de 17 anos, na categoria leve (até 73kg), o carioca Guilherme Luna, 21 anos, na meio-médio (até 81kg), Eduardo Santos, 24, na médio (até 90kg), Walter Santos, na categoria pesado (acima de 100kg), Mayra Aguiar, 16, no médio (até 70kg). Com a prata ficaram os judocas Walter Santos (absoluto masculino); Daniela Polzin, na categoria ligeiro (até 48kg); Érika Miranda, de 20 anos, na categoria meio-leve (até 52kg); Danielli Yuri, no meio-médio (até 63kg); Edinanci Silva, no meio-pesado ( até 78kg) e Priscila Marques (absoluto feminino). O bronze foi conquistado por Leonardo Leite no meio-pesado (até 100kg) e Ketleyn Quadros, na categoria leve (até 57kg). Segundo Paulo Wanderley Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), o bom desempenho na competição se deve ao investimento realizado nas categorias de base brasileiras. "Os resultados desses atletas vindos das categorias de base é uma bela recompensa a todo o investimento feito. Eles estão se destacando já em 2008 mas, sem dúvida, terão um brilho ainda maior em 2012 e 2016", comentou o dirigente. A competição, que era classificatória para o ranking olímpico pan-americano, reuniu 22 países, com os principais atletas do continente buscando uma vaga em Pequim.

Tudo o que sabemos sobre:
Judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.