Brian Bielmann/AFP
Brian Bielmann/AFP

Comitê dos Jogos de Paris-2024 escolhe Taiti para receber as disputas de surfe

Organizadores querem realizar as competições nas famosas ondas de Teahupo'o, uma das praias mais famosas da Polinésia Francesa

Redação, Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2019 | 12h29

O comitê organizador da Olimpíada de Paris-2024 surpreendeu nesta quinta-feira ao anunciar que as disputas de surfe serão realizadas no Taiti, a mais de 15 mil quilômetros de distância da sede dos Jogos. A decisão ainda precisa ser aprovada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Com a escolha, os organizadores desprezaram praias francesas que pretendiam receber as provas, caso de Les Landes, sede atual da etapa da França do Circuito Mundial de Surfe. O objetivo do comitê é realizar as competições da modalidade nas famosas ondas de Teahupo'o, uma das praias mais famosas da Polinésia Francesa, no Oceano Pacífico.

Estavam na disputa ainda Biarritz, Lacanau e La Torche, todas localizadas no litoral francês, muito mais próximo da realização das demais modalidades do programa olímpico de Paris-2024. A decisão foi tomada em parceria com a Associação Internacional de Surfe (ISA, na sigla em inglês).

"Nós saudamos as cinco candidaturas, todas excelentes para a prática do surfe, mas o Taiti é realmente excepcional ao oferecer aos atletas e ao nosso esporte condições espetaculares e ótimas para a competição", declarou o presidente da ISA, Fernando Aguerre. "Para nós, o Taiti representa a autenticidade do nosso esporte e a missão da ISA é celebrar a cultura e estilo de vida únicos do surfe."

Os Jogos Olímpicos de Paris serão realizados entre 26 de julho e 11 de agosto. Antes disso, os principais atletas do mundo vão se reunir em grandes disputas na Olimpíada de Tóquio, em 2020.

Na capital japonesa, o surfe fará sua estreia no programa olímpico. Em sua primeira edição, a modalidade será disputada na praia de Shidashita, 60 quilômetros ao norte de Tóquio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.