Comitê Paralímpico Brasileiro celebra visibilidade do esporte nos Jogos do Rio

Comitê Paralímpico Brasileiro celebra visibilidade do esporte nos Jogos do Rio

Dirigente espera que Paralimpíada seja vitrine para atletas e se transforme em investimento

Rafael Pezzo, Estadão Conteúdo

04 de setembro de 2016 | 14h30

O fim do ciclo olímpico nos Jogos do Rio, somado ao mau rendimento de algumas modalidades, aumentou a especulação sobre a possível fuga de verbas para o esporte brasileiro, do alto rendimento até a base.

Mizael Conrado, ex-jogador de futebol de cinco e atual vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, acredita que essa diminuição pode acontecer também na Paralimpíada. No entanto, os Jogos também se tornam uma vitrine para os paratletas.

"Em alguma proporção pode haver sim (diminuição nos investimentos após os Jogos Paralímpicos). Por outro lado, temos uma oportunidade. Com a visibilidade dos Jogos, eu também tenho a esperança de que o marketing esportivo brasileiro possa avançar, evoluir. Talvez percamos alguns recursos que hoje contamos, mas, quem sabe, não tenhamos novas empresas participando mais do financiamento do esporte brasileiro."

Pensando no próximo ciclo paralímpico, o governo do Estado de São Paulo anunciou o investimento de R$ 2 milhões para a compra de equipamentos de alto rendimento para avaliação dos paratletas no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro.

"O governador Geraldo Alckmin acabou de assinar a autorização e vamos começar o processo de licitação e compra. Queremos que os nossos atletas vencedores já encontrem mais atualização e modernidade quando voltarem", declarou Linamara Rizzo Battistella, secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Ainda de acordo com a secretaria, devem se passar quatro meses da licitação, à encomenda e à chegada dos equipamentos. "Não temos pressa. Teremos um período de descanso, haverá outras competições internacionais. Então, nossa proposta é que esses equipamentos sirvam para iniciar os treinamentos no ano que vem."

 

Tudo o que sabemos sobre:
ParalimpíadaGeraldo AlckminRIo 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.