Divulgação
Divulgação

Comitê Rio-2016 abre novo lote de ingressos para o judô

Esgrima, taekwondo e boxe também terão novas entradas disponibilizadas

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

10 de maio de 2016 | 17h12

Quem não conseguiu adquirir ingressos para as disputas de judô nos Jogos Olímpicos do Rio terá uma nova oportunidade a partir desta quinta-feira. O Comitê Rio-2016 anunciou que um novo lote de bilhetes, com entradas para todas as sessões, será colocado à venda a partir do meio-dia. Esgrima, taekwondo e boxe também terão novos ingressos disponíveis.

O judô é o esporte individual que mais deu medalhas para o Brasil na história dos Jogos Olímpicos. No total, o País já conquistou 19 medalhas no esporte, sendo três ouros, três pratas e treze bronzes.

Segundo o comitê, haverá bilhetes para todas as 14 sessões, com ingressos variando entre R$ 70 e R$ 700. Os ingressos estarão disponíveis no portal de ingressos (www.rio2016.com/ingressos) a partir das 12h de quinta, 12. 

Desde o início de abril, o Rio-2016 tem liberado às quintas-feiras novos lotes de bilhetes, sempre utilizando algum esporte badalado como carro-chefe. O comitê já havia recolocado à venda entradas para as finais do futebol, do vôlei, de basquete e de atletismo, além das cerimônias de abertura e encerramento. As competições de ginástica tiveram novos bilhetes colocados à venda na semana passada. Todas essas sessões tiveram sua carga inicial de bilhetes rapidamente esgotada.

Os novos lotes estão sendo possíveis graças à liberação de uma reserva técnica. "Os lugares aguardavam definições nas estruturas temporárias ou de áreas de transmissão, como instalação de plataformas ou definição dos espaços de mídia", explicou o comitê. Além disso, com as definições dos classificados para os Jogos, alguns comitês olímpicos nacionais têm devolvido parte dos ingressos a que tinham direito.

Judô

De R$ 70 a R$ 700

14 sessões

Boxe

De R$ 60 a R$ 300

27 sessões

Esgrima

De R$ 50 a R$ 180

18 sessões

Taekwondo

De R$ 70 a R$ 420

12 sessões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.