De 10.500 atletas em Pequim, 10 se dizem gays. E só um homem

Esta é a estimativa a que chegou um site ao analisar o perfil dos inscritos e garantir que total poderia ser de mil

PAUL MAJENDIE, REUTERS

18 de agosto de 2008 | 05h10

Apenas 10 de 10.500 atletas competindo na Olimpíada de Pequim declararam abertamente que são gays, de acordo com estudo publicado por um site gay na internet. Alguns atletas temem declarar sua opção sexual por achar que fãs ou colegas de equipe possam desaprová-los. Outros se preocupam com a imagem, por conta de contratos, segundo o Outsports.com. A insegurança quanto à mídia também pode prejudicar performances, acrescenta o site. Nove dos atletas gays listados pelo Outsports são lésbicas, de esportes que vão da esgrima ao ciclismo. Só um, dos saltos ornamentais, é homem: o australiano Matthew Mitcham. O site diz que uma estimativa acurada poderia alcançar 1.000 gays declarados.

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPGAYS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.