Molly Darlington / Reuters
Molly Darlington / Reuters

Débora Menezes fecha participação do tae kwon do com medalha de prata em Tóquio

Débora perdeu para uzbeque na final; no esporte, brasileiros levaram uma medalha de cada tipo na Paralimpíada

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de setembro de 2021 | 09h25

Débora Menezes fechou a primeira participação do Brasil no tae kwon do paralímpico com mais uma medalha, uma de prata - foi a primeira vez que a modalidade esteve na Paralimpíada. A brasileira competiu na categoria acima 58kg classe K44 (atletas com amputação unilateral abaixo da articulação do cotovelo).

Na estreia, já nas quartas-de-final, Débora superou a mexicana Daniela Martinez por 24 a 12. Na semifinal, foi amplamente dominante sobre a ucraniana e ganhou por nada menos que 55 a 10. Assim, avançou para enfrentar Guljonoy Naimova, do Uzbequistão, na grande decisão. Na final, a brasileira não conseguiu encaixar os golpes contra a uzbeque e acabou sendo derrotada por 8 a 4 e ficando com a medalha de prata.

O tae kwon do do Brasil já tinha um ouro e um bronze: Nathan Torquato foi campeão na categoria até 61kg da classe K44, enquanto Silvana Fernandes ficou na terceira colocação na categoria até 58kg classe K44.

O tae kwon do, que faz a sua estreia no programa paralimpico, é disputado por atletas com amputação unilateral do cotovelo até a articulação da mão, dismelia unilateral, monoplegia, hemiplegia leve e diferença de tamanho nos membros inferiores. Débora nasceu com má-formação abaixo do cotovelo direito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.