Del Nero evita falar sobre peso de medalha olímpica para o Brasil: 'É competição'

Presidente da CBF foi ao Engenhão assistir a estreia da seleção feminina

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2016 | 15h45

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, chegou ao Estádio Olímpico, o Engenhão, às 15h15 desta quarta-feira para acompanhar a estreia da seleção feminina no torneio de futebol dos Jogos Do Rio. Ele estava acompanhado de um dos vice-presidentes da CBF, o coronel Antônio Carlos Nunes, e de assessores. O cartola se disse "confiante", mas preferiu não responder se uma medalha olímpica ajudará o futebol brasileiro a se reerguer. "É competição", afirmou.

O dirigente entrou por um acesso exclusivo de autoridades na ala oeste do estádio. Sem dar entrevistas há vários meses, ele conversou rapidamente com a reportagem do Estado. Questionado se uma medalha de ouro no futebol, tanto no masculino quanto no feminino, ajudará a reerguer o futebol brasileiro, Del Nero inicialmente evitou responder, mas depois declarou que "é uma competição, e tudo pode acontecer".

Apesar disso, o dirigente se disse confiante em bons resultados. "A seleção feminina vem treinando junto há vários meses. A masculina foi montada há pouco, mas é um bom time", avaliou. "Confio no trabalho do Rogério Micale", ressaltou o dirigente, revelando também que pretende acompanhar os jogos da seleção, mas sem confirmar se estará presente a todas as partidas.

 

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.