Devido à baixa procura, hotéis de Pequim reduzem os preços

China esperava cerca de um milhão de estrangeiros para os Jogos, número que foi reduzido para 450 mil

EFE

22 de julho de 2008 | 13h10

As expectativas de Pequim sobre a ocupação dos hotéis por ocasião dos Jogos Olímpicos foram excessivamente otimistas, o que fez com que os estabelecimentos da capital reduzissem os preços, em alguns casos em até quase 50%. Na semana passada, o Birô de Turismo de Pequim advertiu que menos da metade dos quartos dos 116 hotéis de quatro estrelas tinham sido reservados, o que hoje se traduziu em uma redução dos preços de US$ 220 (cerca de R$ 352) a diária, para US$ 117. Pequim não acredita que a falta de procura se deva aos preços, notavelmente mais baixos que os de Atenas 2004, apesar de as taxas serem de 150% a 300% maiores em relação ao mesmo período de 2007. Uma das causas da falta de procura seria um erro nas previsões iniciais sobre turistas estrangeiros que viajariam para Pequim nos Jogos Olímpicos. A previsão inicial, que calculava que aproximadamente meio milhão de estrangeiros viajariam à capital chinesa, foi reduzida para 450 mil, embora o número possa ser ainda menor. Pequim também espera dois milhões de turistas chineses que, segundo o jornal China Daily, são menos propensos a reservar com muita antecedência. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.