Divulgação
Divulgação

Diego Hypolito é reserva no Mundial de Ginástica Artística

Arthur Zanetti será o único especialista da seleção em Glasgow

Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2015 | 17h29

A comissão técnica da seleção brasileira masculina de ginástica artística confirmou, nesta terça-feira, que Diego Hypolito será reserva do Brasil no Mundial de Glasgow (Escócia), que para os homens começa no domingo. O veterano não irá se apresentar na competição, a menos que algum atleta se machuque ao longo da semana.

Os treinadores, comandados por Renato Araújo e Marcos Goto, já haviam definido que o Brasil teria apenas um ginasta "especialista" entre os seis que vão competir em Glasgow. E o escolhido foi Arthur Zanetti, campeão olímpico das argolas, que também vai se apresentar no solo e no salto. Nos demais aparelhos (cavalo com alças, barra fixa e paralelas), estará Péricles Silva.

Arthur Nory Mariano, Caio Souza, Francisco Barretto Júnior e Lucas Bitencourt, que são generalistas, vão se apresentar em todos os seis aparelhos e brigarão por um lugar na final do individual geral. O mais completo ginasta brasileiro, Sergio Sasaki, entretanto, está machucado e nem viajou a Glasgow.

Diego Hypolito chegou a ficar fora da convocação para o Mundial de 2014, mas viajou à China depois da lesão de Petrix Barbosa. Depois, entrou na equipe com a lesão de Caio Souza e faturou a medalha de bronze no solo.

No Mundial de Glasgow, entretanto, só a classificação por equipes interessa ao Brasil, que tem como meta ficar entre os oito primeiros para carimbar passaporte aos Jogos Olímpicos do Rio-2016. Por isso, Arthur Zanetti, por exemplo, tem priorizado os treinos no solo e no salto em detrimento às argolas, aparelho no qual briga por medalha.

Caso o Brasil consiga classificar equipe completa para os Jogos Olímpicos, deverão ir ao Rio os atletas com mais chance de brigar por medalhas. Aí, os generalistas que participarão do Mundial devem dar lugar a especialistas como o próprio Diego Hypolito, preterido agora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.