Diego Hypólito tem dúvida sobre provas que disputará

Prioridade é a prova do solo, na qual é favorito ao ouro, mas ele também pode entrar na disputa do salto

Agencia Estado

15 de julho de 2008 | 19h33

O ginasta brasileiro Diego Hypólito embarca nesta quarta-feira para o Japão, onde treinará por duas semanas a fim de se adaptar ao fuso horário antes de seguir para os Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto na China. No entanto, ele ainda não definiu se disputará nas Olimpíadas apenas a prova de solo - é detentor de dois títulos mundiais -, ou se tentará medalha também no salto, disputa na qual não é especialista.A dúvida surgiu por causa das dificuldades encontradas pelo ginasta em sua fase de preparação para Pequim. Ele contraiu dengue e foi submetido a uma cirurgia no joelho direito. Assim, o período de aclimatação em Tóquio, no Japão, também servirá para chegar às Olimpíadas com a programação resolvida.Sua prioridade é mesmo o solo, no qual é considerado favorito ao ouro olímpico. "Posso chegar, no máximo, a uma final no salto. É arriscado e posso me contundir", declarou o ginasta, em entrevista nesta terça-feira no Rio de Janeiro.O ginasta voltou a atingir seu peso ideal (67,8kg) e garantiu estar 85% pronto. "A minha luta de oito anos vai ser decidida em 1 minuto e 10 segundos", resumiu Diego, em referência ao tempo de duração da sua apresentação no solo.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008ginásticaDiego Hypólito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.