Rungroj Yongrit / EFE
Rungroj Yongrit / EFE

Djokovic bate Nishikori com tranquilidade e avança à semifinal em Tóquio

Número 1 do mundo faz 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/0, para vencer o tenista da casa

Redação, Estadão Conteúdo

29 de julho de 2021 | 09h10

Novak Djokovic, o número 1 do ranking mundial de tênis, está cada vez mais perto de completar um feito inédito na categoria masculina - e a Olimpíada de Tóquio tem grande papel na meta. O sérvio venceu, nas quartas de final, o japonês Kei Nishikori, por 6/2 e 6/0, com grande facilidade, e está na semifinal do torneio olímpico, muito perto do ápice da modalidade, conhecido como Golden Slam.

Djokovic já venceu três Grand Slams no ano (Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon) e, agora, caso vença as próximas duas partidas que restam na Olimpíada e conquiste a medalha de ouro, ele terá a avenida livre para focar no último Slam do ano, o US Open, nos Estados Unidos.

Se levantar o caneco em solo americano, depois de uma eventual medalha de ouro, Djoko conseguirá o Golden Slam, algo que apenas Steffi Graf, no tênis feminino, conquistou em 1988.

Djokovic, que tem a medalha de bronze em Pequim-2008 no currículo, vai enfrentar na semifinal dos Jogos Olímpicos o vencedor do confronto entre o alemão Alexander Zverev ou o americano Jeremy Chardy.

Nishikori, medalhista de bronze na RIo-2016, era a última esperança do tênis japonês, na categoria simples, depois que Naomi Osaka foi eliminada na terceira rodada pelo lado feminino.

Os anfitriões da Olimpíada ainda têm chances nas chaves de duplas mistas com Ena Shibahara e Ben McLachlan, que disputam as quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.