John MacDougall/AFP
John MacDougall/AFP

Doda fica em nono lugar na final dos saltos na Olimpíada

Pedro Veniss também foi mal, terminando na 16ª colocação

Demétrio Vecchioli, enviado especial ao RIo, Estadão Conteúdo

19 Agosto 2016 | 15h25

A irregularidade de Alvaro de Miranda Neto e Pedro Veniss impediu que os dois cavaleiros brasileiros chegassem ao pódio olímpico do hipismo tanto na prova por equipes, na quarta-feira, quanto no individual, nesta sexta-feira. Doda encerrou sua participação com uma pista limpa montando Cornetto K e terminou em nono lugar, empatado com outros seis. Veniss, com Quabri De L'Isle ficou em 16º, empatado com mais dois conjuntos.

Neste sexta, na final individual, cada conjunto fez duas pistas. A competição começou com todos os 33 finalistas zerados. Na primeira apresentação, os três brasileiros cometeram ao menos uma falta, repetindo o que aconteceu na final por equipes, na quarta, quando o Brasil perdeu a chance de conquistar uma medalha e terminou na quinta colocação.

Eduardo Menezes, com Quintol, perdeu oito pontos e não passou para a segunda parte da final, restrita aos 24 melhores. Doda e Pedro Veniss continuaram na competição. Na segunda apresentação, Veniss perdeu só um ponto, por estourar o tempo, enquanto Doda fez pista limpa.

Até haveria a possibilidade de ele disputar uma medalha, mas para isso todo mundo que viria depois dele precisaria errar, o que não aconteceu. Pelo contrário. Seis competidores zeraram seus percursos e precisaram da disputa de um desempate para definir o pódio do Rio-2016.

O britânico Nick Skelton levou o ouro após zerar o percurso e completar a pista em 42s82, mais rápido do que o sueco Peder Fredericson, com 43s35. O bronze ficou com o canadense Eric Lamaze, que cometeu quatro faltas, assim como o suíço Steve Guedart, que foi mais lento e ficou na quarta posição.

De qualquer forma, esse é o melhor resultado de Doda em grandes competições em provas individuais. Dono de duas medalhas olímpicas por equipes, ele foi oitavo colocado em Atlanta, em 1996, e 12.º em Londres. Em Mundiais, seu melhor resultado é uma nona posição.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Mais conteúdo sobre:
Doda Brasil Atlanta Londres

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.