Reproducao/IFJ
Reproducao/IFJ

Em apoio à Palestina, judoca argelino desiste da Olimpíada para evitar luta com israelense

Fethi Nourine se recusa a competir contra Tohar Butbul pelo fato da Argélia não reconhecer o estado de Israel. Competidores poderiam se enfrentar na segunda rodada da modalidade

Redação, Estadão Conteúdo

23 de julho de 2021 | 05h38

O judoca argelino Fethi Nourine decidiu abandonar os Jogos Olímpicos de Tóquio. O atleta desistiu de lutar no Japão para evitar o confronto com Tohar Butbul, oponente de Israel que enfrentaria na segunda rodada da categoria até 73kg caso passasse por Mohamed Abdalrasool, do Sudão, na primeiro embate.

Fethi explicou que se recusou a participar da Olimpíada porque poderia encarar um rival de Israel e tem simpatia pelo povo da Palestina. "Trabalhamos muito para nos classificarmos para os Jogos, mas a causa palestina é maior do que tudo isso", disse ele a uma emissora de televisão argelina.

O técnico de Fethi, Amar Ben Yekhlef, confirmou a decisão, tomada em conjunto com o judoca argelino. "Nós não tivemos sorte com o sorteio. Fethi Nourine caiu frente a um adversário israelense e esse é o motivo de sua desistência da competição. Tomamos a decisão certa", afirmou o treinador.

Não é a primeira vez que Fethi, de 30 anos, desiste de uma competição para evitar lutar contra Tohar Butbul. Ele também agiu da mesma forma no Mundial de Judô em 2019. País árabe situado no norte da África, a Argélia não reconhece o estado de Israel, bem como outros países de maioria islâmica. É uma atitude recorrente dos islâmicos não competir contra israelenses por entenderem que, caso o fizessem, seria reconhecê-los como um estado.

Em Londres-2012, o iraniano Arash Miresmaelli e Javad Mahjoub se recusaram a lutar contra atletas de Israel. Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, o judoca egípcio Islam El Shehaby se recusou a cumprimentar o israelense Or Sasson após um combate.

O judoca Mohamed Abdalrasool, do Sudão, se classificou automaticamente para a segunda fase da categoria até 73kg com a desistência do argelino e será o adversário de Tohar Butbul. A luta acontece entre domingo e segunda-feira. O brasileiro Eduardo Barbosa compete nessa mesma categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.