Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Martine e Kahena ficam com o vice no Mundial de 49erFX

Campeãs mundiais no ano passado, por pouco as brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze não conquistaram o bi do Mundial de 49erFX neste sábado. Em uma medal race emocionante nas águas do rio da Prata, em Buenos Aires, na Argentina, as velejadoras do País ficaram com o vice-campeonato ao chegarem a regata decisiva na segunda colocação, apenas alguns segundos atrás das italianas Giulia Conti e Francesca Clapcich, que ficaram com o título.

Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2015 | 18h41

Os dois barcos foram para última regata empatados com 65 pontos perdidos. Como a medal race vale o dobro na pontuação, as brasileiras terminaram com 69 pontos perdidos contra 67 das italianas. O terceiro lugar foi para as dinamarquesas Ida Nielsen e Marie Olsen, com 84 pontos perdidos.

Pela manhã foram disputadas as três últimas regatas da flotilha ouro, que definiu os 10 barcos para a medal race. Martine e Kahena começaram o dia na segunda colocação geral e bastou um sétimo lugar na primeira regata para chegarem à liderança. Com um 6.º e um 12.º lugar nas duas regatas seguintes, as brasileiras mantiveram a ponta, com 65 pontos perdidos, mas desta vez com a companhia das italianas.

Em três Mundiais do atual ciclo olímpico, Martine e Kahena venceu um (no ano passado, em Santander, na Espanha) e foi vice nos outros dois (em Buenos Aires e em 2013, na França). Além disso, nos dois eventos-teste disputados no Rio, nas raias em que serão disputados os Jogos Olímpicos, as brasileiras foram perfeitas com duas vitórias.

HOMENS - Entre os homens, os neozelandeses Peter Burling e Blair Tuke confirmavam o favoritismo e conquistaram o 23.º título seguido sem precisar da medal race. Marco Grael, irmão de Martine, e Gabriel Borges começaram o dia em 10º lugar, mas caíram para 17.º e não avançaram para a regata decisiva do campeonato.

Na última quarta-feira, com a classificação para a flotilha ouro, entre os 25 primeiros, Marco e Gabriel se garantiram na Olimpíada do Rio, em 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.