Ricardo Nogueira/CBF
Ricardo Nogueira/CBF

Em postagem, Pedro agradece convocação para Tóquio e complica diretoria do Flamengo

Clube não quer liberar o atacante para defender o Brasil nos Jogos Olímpicos

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2021 | 14h22

A seleção brasileira olímpica mal foi definida e um impasse terá de ser superado para a definição dos 18 jogadores que vão defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio no mês que vem. O atacante Pedro foi incluído na lista de convocados pelo técnico André Jardine mesmo diante da posição contrária do Flamengo em ceder o atleta para a disputa do torneio.

Logo após o anúncio, o atacante Pedro fez uma postagem nas redes sociais agradecendo a convocação. No texto, o artilheiro também se mostrou grato ao time carioca. A posição do atleta, porém, deixa a cúpula robro-negra numa saia justa, já que a diretoria não pretende liberá-lo.

Com Gabigol e Everton Ribeiro cedidos à seleção principal para a disputa da Copa América, o Flamengo teve ainda mais um nome chamado para a seleção olímpica: o volante Gerson. No entanto, o meia já foi negociado como Olympique de Marselha e está de saída da Gávea. A competição sul-americana de seleções tirou ainda mais dois nomes do elenco rubro-negro. O lateral-direitoIsla estpa à serviço da seleção chilena e o meia Arrascaeta integra a delegação uruguaia no torneio.

Ao ser questionado sobre a posição do Flamengo em relação a Pedro, e o fato de o clube carioca não liberar o atleta para estar entre os 18 relacionados para a Olimpíada, o técnico André Jardine preferiu sair pela tangente. "O 19º jogador vou guardar na manga. Essa eu vou dever para você", afirmou o treinador.

Em seguida, o comandante tratou de valorizar o fato de os jogadores defenderem a camisa da seleção brasileira. "Esvaziamento é uma coisa que passa longe. O Brasil é o país do futebol, tem a camisa mais pesada do mundo. São cinco estrelas que carregamos", comentou

O ex-lateral Branco, coordenador da base da CBF, também entrou no circuito para minimizar as diferenças entre a entidade e o Flamengo. "O Flamengo tem uma posição e a gente tecnicamente tem outra. O Pedro é um jogador importante no processo olímpico. Jogador que nos últimos dois jogos fez três gols. Jogador espetacular e que tem vontade enorme de defender o Brasil", afirmou o coordenador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.