Em reunião, Dunga cobra empenho da seleção olímpica

Treinador lembra que jogadores terão uma oportunidade única e podem trazer o inédito ouro olímpico

Agencia Estado

24 de julho de 2008 | 08h43

O treinador Dunga, da seleção brasileira, reuniu-se com os jogadores antes do primeiro treino em Cingapura e cobrou o máximo de empenho e dedicação em Pequim. A equipe começou nesta quinta-feira os treinos preparatórios para as Olimpíadas.     Veja também:  Dunga fecha treino a torcida e cobra concentração dos jogadores  Dunga elogia seleção olímpica após os primeiros treinos "Vocês estão aqui porque fizeram por merecer. E terão uma oportunidade única, que poucos jogadores conseguem na carreira, que é a de lutar por uma medalha de ouro inédita. A tarefa será complicada, pois é uma competição curta, com uma seqüência de partidas que dificulta a recuperação e exige demais", afirmou o treinador.Dunga lembrou que jogadores como Diego e Ronaldinho terão sua segunda chance. O meia do Werder Bremen (Alemanha) estava na seleção que não se classificou para Atenas, em 2004, enquanto o meia-atacante do Milan 9Itália) era parte do time eliminado por Camarões nas quartas-de-final em Sydney, há oito anos."Eles têm essa chance novamente e tenho certeza de que todos farão de tudo o que estiver ao alcance para aproveitá-la", disse o técnico.A seleção disputa dois amistosos antes de estrear na Olimpíada. Na segunda-feira, dia 28, a equipe joga contra Cingapura, e na sexta-feira, 1º de agosto, enfrenta a seleção do Vietnã. A estréia nos Jogos Olímpicos acontece no dia 7 de agosto, contra a Bélgica.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008futebolDunga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.