Em teste, Brasil avança a só uma final em etapa da Copa do Mundo de Ginástica

O Brasil vai disputar apenas um final na etapa de Varna (Bulgária) da Copa do Mundo de Ginástica Artística. A Confederação Brasileira (CBG) enviou à competição somente duas atletas: Thauany Araújo e Julie Kim Sinmon, que correm por fora pela vaga de reserva na equipe que vai aos Jogos Olímpicos do Rio.

Estadão Conteúdo

13 de maio de 2016 | 15h40

Thauany, de 17 anos, foi a única a se classificar a uma final. Ela recebeu 14,700 em uma das apresentações no salto, 13,700 na outra e ficou com média 14,200. Avançou à disputa de medalhas em terceiro, atrás da forte suíça Giulia Steingruber e de uma atleta do Vietnã.

A jovem atleta do Flamengo ainda foi 13.ª colocada na trave, com 12,650, e 11.ª no solo, com 12,200. Essas notas seriam descartadas na equipe brasileira que disputou o Pré-Olímpico, há um mês no Rio. No salto, entretanto, o 14,700 seria a terceira melhor nota do time.

Já Julie Sinmon, também do Flamengo, voltou às competições em Varna. Ela sofreu uma grave lesão no joelho, precisou operar, e não competia desde o Pan de Toronto, em julho do ano passado. Ela se apresentou apenas nas barras assimétricas, recebendo 12,550. Terminou em 11.º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.