Em último teste antes do Rio-2016, Teliana cai na estreia em Florianópolis

Número 1 do Brasil é atual campeã do torneio

Estadão Conteúdo

01 de agosto de 2016 | 19h35

Única representante do Brasil na chave de simples do torneio feminino de tênis na Olimpíada, Teliana Pereira decepcionou em seu último teste antes da estreia no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira, a número 1 do Brasil foi eliminada logo na rodada de abertura do WTA de Florianópolis, torneio do qual é a atual campeã.

Cabeça de chave número 9, a brasileira foi superada pela desconhecida ucraniana Lyudmyla Kichenok, apenas a 363ª colocada do ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Kichenok entrou na chave principal como "lucky-loser" - aquele que entra na chave, mesmo após ser derrotado na última rodada do qualifying, por causa da desistência de algum tenista.

Irregular, Teliana não conseguiu repetir no piso duro as boas apresentações que exibiu na edição de 2015 da competição, que foi disputada sobre o saibro no ano passado. Numa superfície mais veloz, que também será utilizada nos Jogos do Rio, a brasileira cometeu seis duplas faltas, sofreu três quebras de saque e não conseguiu quebrar o serviço da rival.

A tenista da Ucrânia precisou de apenas 1h13min para vencer a brasileira e garantir vaga na segunda rodada da competição catarinense, que é utilizada como preparação para a Olimpíada também pelas tenistas estrangeiras. Kichenok vai enfrentar agora a checa Tereza Martincova, que avançou ao eliminar a húngara Reka Jani por 6/3 e 6/2.

Com a derrota, Teliana coloca em risco a posição de número 1 do Brasil. Ela pode perder o status para Paula Gonçalves, que venceu na estreia em Florianópolis. Se for longe em SC, Paula, atual 177ª na lista da WTA, poderá superar Teliana, que deixou o Top 100 e agora está somente na 135ª colocação.

A derrota de Teliana marcou a quarta eliminação de uma brasileira na chave de Florianópolis. Mais cedo, Gabriela Cé, Laura Pigossi e Beatriz Haddad Maia se despediram logo na rodada de abertura da chave de simples.

Somente Paula Gonçalves venceu entre as tenistas da casa. Será a única brasileira que segue na disputa. Nas duplas, ela e Teliana foram derrotadas no domingo. Elas vão jogar juntas na Olimpíada.

FAVORITAS - Enquanto as brasileiras se despediam da chave de simples, as favoritas garantiam lugar na segunda rodada. A começar pela sérvia Jelena Jankovic, ex-número 1 do mundo. Ela venceu a russa Valeria Solovyeva por 7/5 e 6/4. Na sequência, a primeira cabeça de chave do torneio de Florianópolis enfrentará a romena Ana Bogdan, que avançou ao superar a búlgara Aleksandrina Naydenova por 6/2 e 6/4.

Entre as outras cabeça de chave em ação nesta segunda, venceram a letã Jelena Ostapenko, a húngara Timea Babos e a japonesa Nao Hibino. Também avançou à segunda rodada a francesa Alize Lim, ao superar a espanhola Pous Tio por 6/3 e 6/4.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.