EFE
EFE

Esgrimistas brasileiros estreiam na espada com uma vitória e duas derrotas

Athos Schwantes se classificou à segunda fase

Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2016 | 09h47

A esgrima brasileira somou uma vitória e duas derrotas na primeira rodada da disputa masculina e individual da espada, nesta terça-feira, nos Jogos Olímpicos do Rio. Na Arena Carioca 3, Athos Schwantes triunfou e se classificou à segunda fase, enquanto Guilherme Melaragno e Nicolas Ferreira perderam e já estão eliminados.

Número 65 do mundo, Athos Schwantes superou o checo Jiri Beran, o 91º colocado no ranking da espada, por 8 a 6. O brasileiro fechou o primeiro período perdendo por 3 a 0, igualou o marcador em 3 a 3 no segundo. Como o empate se manteve no terceiro, sem que os esgrimistas pontuassem, foi necessário um tempo extra em que Athos Schwantes se deu melhor.

Na segunda fase, o brasileiro terá um desafio bastante complicado. O seu adversário vai ser o francês Gauthier Grumier, atual vice-campeão mundial e líder do ranking individual da espada.

Os outros dois brasileiros não tiveram sucesso nessa terça. Número 111 do mundo, Melaragno encarou o chinês Yunlong Jiao, 55º do ranking, e perdeu por 15 a 13. O revés foi de virada, pois ele fechou os dois primeiros períodos em vantagem, de 6 a 4 e 9 a 8, além de ter aberto 12 a 10 no terceiro, depois permitindo a reação do oponente.

Já Nicolas Ferreira, o número 132 do mundo, teve pela frente o venezuelano Francisco Limardo, 48º do ranking, e foi vencido por 15 a 9. Após um início equilibrado, em que fechou o primeiro período em 2 a 2, o brasileiro foi facilmente superado. O seu oponente abriu 8 a 5 ao fim do segundo e ampliou a vantagem para garantir a sua vitória.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.