Clayton de Souza/Estadão
Toaldo conta sua experiência de jogador da seleção brasileira de vôlei com os alunos do sétimo ano do colégio Miguel de Cervantes. Clayton de Souza/Estadão

'ESPORTES EM AÇÃO' ENTUSIASMA CRIANÇAS NO COLÉGIO MIGUEL DE CERVANTES

Primeira edição do projeto do Estado teve a clínica do ex-jogador Toaldo, da seleção masculina de vôlei, para 120 alunos

Wilson Baldini Jr., O Estado de S. Paulo

29 de março de 2016 | 16h33

O primeiro evento do projeto "Esportes em Ação", nesta terça-feira pela manhã, no Colégio Miguel de Cervantes, zona sul de São Paulo, foi marcado pelo entusiasmo. Cerca de 120 alunos do 7.º ano acompanharam uma palestra do ex-jogador Toaldo, integrante da seleção masculina de vôlei campeã da Liga Mundial de 1993 e vice do Mundial de 1994. Depois, as crianças puderam aprender um pouco do segredo do esporte, ao praticar saques, recepções e passes. 

O projeto visa a interação de crianças e jovens com as mais diversas modalidades esportivas no ano em que o Brasil recebe os Jogos Olímpicos. 

"Esta ideia cai como uma luva para a escola. Nós também estamos fazendo um trabalho com a olimpíada, falando do legado que a competição pode deixar para o País", disse o professor Eduardo Santos Monfort, coordenador do curso de Educação Física.

"Acho a iniciativa do Estadão fundamental. Muita coisa se fala, mas nada se faz na busca de apresentar os esportes para as crianças no Brasil. É preciso fazer brilhar os olhos de cada um deles. Trazer novidades", disse Toaldo, que fez questão de "corrigir" os movimentos e dar dicas esportivas e também de vida por intermédio de suas experiências. "Na escola, como no esporte, às vezes fazemos coisas que não gostamos, mas que são essenciais para o nosso sucesso.

Há 33 anos no colégio, o professor Monfort diz que falta incentivo para que os demais esportes tenham o mesmo interesse do futebol. "O Brasil tem potencial para ser uma potência olímpica. As crianças gostam de praticar todos os esportes." Segundo ele, os alunos dele não praticam um esporte definido até o 5.º ano.  "Nosso foco é que os alunos tenham quantidade de movimentos. Não estamos preocupados em formar astros do esporte, mas esportistas. Aqui o professor não perde o emprego porque perdeu um jogo."

A segunda edição do "Esportes em Ação" será dia 12 de abril, no colégio José Pedro Leite Cordeiro, na zona leste de São Paulo. O ex-atleta convidado será Rafael Bábby, que atuou pela seleção masculina de basquete.

Tudo o que sabemos sobre:
Esporte em Ação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Carismático, Toaldo dá 'show' em clínica e mostra paciência

Ex-jogador da seleção masculina de vôlei passa sua experiência para os alunos do Colégio Miguel de Cervantes

Wilson Baldini Jr., O Estado de S. Paulo

29 de março de 2016 | 18h20

Carismático, simpático e inteligente, o ex-jogador Toaldo deu um show na primeira edição do "Esportes em Ação", nesta terça-feira, realizada no Colégio Miguel de Cervantes, em São Paulo. Além de dar uma palestra de 30 minutos sobre uma das principais modalidades olímpicas, o vôlei, quando também respondeu perguntas dos jovens, o campeão da Liga Mundial de 1993 ainda teve fôlego para ensinar alguns truques do esportes, como a técnica do saque, da recepção e do passe. "Sou pai e sei a importância que minha filhas dão quando um profissional vai até a escola passar sua experiência."

Com relação à Olimpíada no Rio, Toaldo está preocupado. "Estamos a pouco mais de quatro meses dos Jogos e nem temos ministro do Esporte", condenou.

Com relação à participação do vôlei na competição, Toaldo está mais otimista. "Temos grandes times, mas acho que a praia tem mais condições de obter o ouro. Na quadra, o feminino possui várias jogadoras em fim de carreira, mas o Zé Roberto (técnico) tira leite de pedra." Para o ex-jogador, a seleção feminina terá de superar China, Estados Unidos e Holanda para conquistar o terceiro ouro consecutivo.

Na disputa do vôlei masculino, Toaldo também prevê muito equilíbrio. "Itália, Estados Unidos e França são adversários muito fortes. E ainda teremos de suportar a pressão de jogar em casa." Toaldo é empresário de jogadores de vôlei e também faz comentários em transmissões do canal Band Sports.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio-2016Esportes em ação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Carolina e Manoela dão show de talento e inteligência

Meninas foram destaque na clínica de vôlei do "Esportes em Ação"

Wilson Baldini Jr., O Estado de S. Paulo

29 de março de 2016 | 17h40

Inteligentes, graciosas e talentosas, Carolina Mitev e Manoela Franz, ambas com 12 anos, foram os destaques da primeira edição do projeto "Esportes em Ação", desta terça-feira pela manhã, no Colégio Miguel de Cervantes.

As duas mostraram que têm condições de serem esportistas, mas também se apresentam preparadas para a vida. Fã do jamaicano Usain Bolt, recordista mundial dos 100 metros rasos, Carolina aprovou a presença de Toaldo, ex-jogador da seleção masculina de vôlei, na escola. "Foi muito bom ouvir suas experiências. Ele nos serve de exemplo pelo que fez no esporte."

Carolina, que vai torcer para a seleção feminina de vôlei ganhar o tricampeonato olímpico no Rio em agosto, afirmou que pratica vários esportes. "Gosto muito de ginástica, vôlei e tênis."

Manoela não perde as transmissões de ginástica artística e espera que a atleta Flávia Saraiva conquiste a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. "Gosto muito também do Arthur Zanetti (campeão olímpico em Londres-2012). Seria muito legal ter a presença de ex-atletas mais vezes na escola. A gente aprende só de ouvir os ensinamentos."

Depois da clínica, os 120 alunos do sétimo ano do Colégio Miguel de Cervantes receberam uma medalha comemorativa do encontro e ainda posaram para fotos ao lado do ex-jogador da seleção brasileira de vôlei.

Tudo o que sabemos sobre:
Esportes em Ação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.