Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Estudantes chineses são conhecedores das Olimpíadas

Desde que soube que abrigaria os Jogos Olímpicos de 2008, em 13 de julho de 2001, Pequim fez diversos eventos preparatórios com jovens da cidade, em um programa educativo que transformou os estudantes chineses em profundos conhecedores do tema. Assim afirmou nesta segunda-feira o subdiretor do Departamento de Ensino Básico do Ministério da Educação chinês, Gao Hong, que afirmou que o Governo conseguiu envolver os estudantes em centenas de atividades olímpicas destinadas a "preservar o patrimônio cultural dos Jogos". Esta "promoção do espírito e do conhecimento olímpicos" levou o Olimpismo a se tornar matéria em mais de 500 colégios e institutos de educação da cidade. "O mais importante é que a campanha foi bem sucedida ao promover a inspiração dos próprios estudantes na hora de envolver-se com os Jogos Olímpicos", disse, por sua parte, Zhang Tiedao, vice-presidente da Academia das Ciências da Educação de Pequim. Talvez um dos pontos mais peculiares do programa tenha sido sua campanha de associação de 210 centros educativos de Pequim com 205 Comitês Olímpicos Nacionais e 160 Comitês Paraolímpicos Nacionais de todo o mundo. Dentro da campanha, os mais jovens se encarregarão, nas próximas semanas, de receber na Vila Olímpica as delegações com as quais se "irmanaram". Segundo as estatísticas ministeriais, durante os últimos sete anos, cerca de 400 milhões de jovens chineses participaram de alguma forma da campanha olímpica em todo o país. O próprio Comitê Olímpico Internacional (COI) elogiou recentemente o programa, que segundo sua opinião "divulgou os valores olímpicos na China muito mais do que em qualquer outro país do mundo". 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.