Aris Messinis/AFP
Aris Messinis/AFP

EUA atropelam Austrália no basquete feminino e vão à semifinal na Olimpíada de Tóquio

Norte-americanas enfrentam na semifinal a seleção da Sérvia, que eliminou a China

Redação, Estadão Conteúdo

04 de agosto de 2021 | 04h38

A seleção feminina de basquete dos Estados Unidos atropelou a Austrália, um de seus rivais históricos na modalidade, e segue com tranquilidade a sua jornada rumo ao sétimo ouro olímpico consecutivo. As americanas venceram o duelo desta quarta-feira por 79 a 55, chegaram à impressionante marca de 52 jogos de invencibilidade em Jogos Olímpicos e avançaram às semifinais em Tóquio.

Vice em Sydney-2000, Atenas-2004 e Pequim-2008, a seleção australiana, que costumava protagonizar jogos duros contra as americanas, sofreram um "apagão" no primeiro quarto e foram presas fáceis para as hexacampeãs olímpicas durante toda a partida. Esperava-se que fosse uma partida mais equilibrada, mas os Estados Unidos sobraram.

Na Super Arena de Saitama, a Austrália largou bem, com 6 a 2, mas simplesmente não se encontrou mais e foi completamente dominada pelos Estados Unidos, que chegaram a abrir 21 a 6. A larga vantagem condicionou o quarto e todo a continuação da partida. A seleção da Oceania não se recuperou, cometeu muitos erros, alguns até bobos para o grau de dificuldade do duelo, e no terceiro quarto já jogava em clima de despedida, já que as americanas faziam uma exibição quase perfeita, sem dar brechas.

Breanna Stewart, com 23 pontos, foi a cestinha do jogo e comandou o massacre do time americano, que não perde um jogo de Olimpíada desde a semifinal de Barcelona-1992, quando caiu para a Equipe Unificada de Estados Independentes, que reunia antigas repúblicas da então recém-desmembrada União Soviética.

A vitória por 24 pontos de diferença coloca os Estados Unidos entre os quatro semifinalistas em Tóquio e reforça o seu favoritismo para levar a inédita sétima medalha de ouro consecutiva em esportes coletivos para mulheres.

Nas semifinais, as americanas encaram a Sérvia, que, mais cedo, eliminou a China por 77 a 70. O duelo será na próxima sexta-feira, à 1h40 (de Brasília), em Saitama. Ainda falta definir os outros dois semifinalistas, o que ocorrerá ainda nesta quarta. Serão os vencedores de Japão x Bélgica e Espanha x França.

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada 2020 Tóquiobasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.