AFP Photo/ Andrej Isakovic
AFP Photo/ Andrej Isakovic

EUA batem França e buscarão 6º ouro seguido no basquete feminino

Norte-americanas avançaram com vitória por 86 a 67

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2016 | 20h58

Sem muita dificuldade, os Estados Unidos venceram a França por 86 a 67 nesta quarta-feira, na Arena Carioca 1, e garantiram vaga à sua sexta final olímpica consecutiva no basquete feminino. Na decisão, elas terão pela frente a Espanha que, um pouco mais cedo, bateu a Sérvia por 68 a 54 na outra semifinal.

As norte-americanas tomaram conta da partida do início ao fim demonstrando que não são à toa atuais pentacampeãs olímpicas na modalidade, após os títulos em Atlanta-1996, Sydney-2000, Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012. As francesas até conseguiram equilibrar a partida no primeiro tempo, que terminou com uma diferença de apenas quatro pontos.

Mas, na etapa final, as bolas dos Estados Unidos começaram a cair e a distância no placar aumentou. No fim do terceiro quarto a vantagem ficou em 21 pontos, praticamente sacramentando a classificação. No período final, bastou administrar o placar com o revezamento das titulares em quadra.

O destaque dos Estados Unidos foi a armadora Diana Taurasi, que marcou 18 pontos, pegou cinco rebotes e deu quatro assistências. A ala-pivô Maya Moore também fez um bom jogo, com 15 pontos e sete rebotes. Pelo lado francês, a melhor jogadora foi Marine Johannes, com 13 pontos.

A decisão da medalha de ouro entre Estados Unidos e Espanha acontecerá no próximo sábado, às 15h30, na Arena Carioca 1. A disputa pelo bronze será um pouco mais cedo, às 11h30, na partida entre França e Sérvia.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.