Aris Messinis/AFP
Aris Messinis/AFP

EUA derrotam Espanha e mantêm o sonho do tetracampeonato no basquete masculino em Tóquio

Seleção espanhola começa melhor, mas norte-americanos igualam ainda no primeiro tempo e conquistam vitória por 95 a 81

Redação, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2021 | 03h56

Com grande atuação de Kevin Durant, autor de 29 pontos, os Estados Unidos derrotaram a Espanha por 95 a 81 (43 a 43 no primeiro tempo), nesta terça-feira, em duelo válido pelas quartas de final do basquete masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Com a vitória, os americanos mantêm o sonho do tetracampeonato e vão encarar na semifinal de quinta-feira a seleção vencedora no duelo entre Austrália e Argentina, que se enfrentam ainda nesta terça.

A partida foi equilibrada no primeiro tempo. Os espanhóis priorizaram a marcação nos arremessos de três pontos dos americanos e com isso conseguiram terminar o primeiro quarto em vantagem por 21 a 19. Liderada pelo armador Ricky Rubio, cestinha da partida com 38 pontos, a Espanha chegou a abrir dez pontos no placar (39 a 29), com 3min25 para o término do segundo quarto, mas Durant fez a diferença com jogadas dentro e fora do garrafão levando os EUA ao empate em 43 pontos.

No segundo tempo, a parte física e a maior possibilidade de mudanças na equipe a favor dos americanos foram os fatores de desequilíbrio na partida. Os EUA abriram 65 a 49, mas perderam a concentração no fim do terceiro quarto e permitiram a aproximação dos europeus: 69 a 63.

No último quarto, os Estados Unidos gastaram mais o tempo com a posse de bola e aproveitaram a diminuição na intensidade da marcação espanhola. Na defesa, os americanos impediram os arremessos de três pontos e cometeram poucas faltas, fazendo com o tempo corresse rápido e, desta forma, garantiram mais um presença na semifinal de uma Olimpíada.

Desde que os jogadores da NBA tiveram permissão para atuar nos Jogos Olímpicos, em 1992, os EUA foram dominantes na modalidade, ficando com cinco dos seis ouros. A exceção foi 2004, em Atenas, quando ficou com o bronze. A Argentina foi campeã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.