Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

EUA perdem pela 1ª vez na semifinal no futebol feminino; Suécia e Canadá na final

Responsáveis pela eliminação do Brasil, canadenses fizeram história em Tóquio ao vencerem as tetracampeãs olímpicas por 1 a 0

Redação, Estadão Conteúdo

02 de agosto de 2021 | 14h40

Com o Brasil ficando pelo caminho na última semana, o futebol feminino na Olimpíada de Tóquio-2020 vai tendo seu desfecho traçado para a definição do pódio, já que nesta segunda-feira as semifinais foram disputadas. E teve surpresa. No primeiro jogo, a seleção dos Estados Unidos, tetracampeã olímpica e ampla favorita em qualquer competição, perdeu pela primeira vez uma partida valendo a vaga para a final de um Olimpíada.

O país algoz e dono desse feito é um vizinho: Canadá, justamente a equipe que eliminou o Brasil na fase anterior. Desta vez, pelo placar de 1 a 0, com gol de pênalti marcado por Jessie Fleming. Após a eliminação, Megan Rapinoe concordou que os Estados Unidos não estiveram em sua melhor forma em Tóquio. Quando perguntada se continuaria na seleção, ela brincou. "Estava me perguntando o quão rápido essa pergunta chegaria. Vocês já estão tentando me tirar?", disse a atacante de 36 anos.

Agora, as americanas brigam pela medalha de bronze contra a Austrália, que perdeu para a Suécia pelo mesmo placar. O único gol que deu a vitória às suecas foi marcado por Rolfö, levando a melhor seleção da fase de grupos e grande favorita ao ouro para a final em Tóquio.

A decisão entre Suécia e Canadá será às 23 horas (de Brasília) nesta quinta-feira. No mesmo dia, pela manhã, Estados Unidos e Austrália definem o bronze.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.