AP Photo/Petr David Josek
AP Photo/Petr David Josek

Evandro e Pedro Solberg sofrem, mas vencem e vão às oitavas no vôlei de praia

Dupla brasileira não precisará passar pela repescagem

Mariana Durão, Estadão Conteúdo

11 Agosto 2016 | 19h20

Ameaçados pela eliminação precoce no Rio-2016, Evandro e Pedro Solberg sofreram nesta quinta-feira, mas venceram os letões Aleksandrs Samoilovs e Janis Smedins por 2 sets a 1, com parciais de 21/16, 20/22 e 15/7), e garantiram vaga direta nas oitavas de final, sem precisar passar pela repescagem.

A dupla brasileira precisava da vitória para seguir na briga. Com a vitória, subiram para o segundo lugar do Grupo D e asseguraram vaga no mata-mata. Seus próximos adversários ainda não foram definidos.

Contando com apoio maciço do público presente na Arena de Vôlei de Praia, em Copacabana, Evandro e Pedro Solberg saiu na frente no set inicial, atingindo uma vantagem de três pontos sobre os adversários em um erro do bloqueio letão (7/4).

A Letônia chegou a virar o jogo e a disputa ficou apertada, sem que nenhum dos dois times mantivesse larga vantagem, até que Pedro marcou três pontos consecutivos com dois aces e uma largadinha. Os brasileiros fecharam o set com bloqueio de Evandro.

Na segunda parcial, os brasileiros começaram bem, abrindo vantagem de quatro pontos (6/2). Os letões passaram a pressionar e explorar o bloqueio do Brasil, encostando em 12/12. O Brasil perdeu em uma apertada disputa, por 20/22. No tie-break, Pedro e Evandro entraram bem no jogo e lideraram o placar desde o início até fechar o set e a partida com um bloqueio de Pedro Solberg.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.