Reprodução
Reprodução

Ex-dirigente mostra coleção de moedas dos Jogos Olímpicos

Roberto Gesta de Melo foi presidente da CBAt

O Estado de S. Paulo

30 de outubro de 2015 | 14h02

Ao lado de sua casa, em Manaus, o ex-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Roberto Gesta de Melo, ostenta um anexo climatizado com uma das maiores coleções de artefatos olímpicos do mundo, com aproximadamente 70 mil itens. Entre eles, há diversas moedas comemorativas raríssimas.

O ex-dirigente, que também é membro da IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo), garante que possui exemplares de todos os Jogos Olímpicos da era moderna. "Todas, de todos os Jogos Olímpicos, e também as variantes, como aquelas moedas que têm erros de cunhagem, aquelas que têm versões brilhante e fosca", declarou ao site oficial do Rio 2016.

Entre elas, estão a peseta de ouro maciço dos Jogos de Barcelona, em 1992, os marcos finlandeses de Helsinque-1952, entre outras, como da Cidade do México, em 1968 e de Munique, em 1972. Confira algumas fotos do arquivo de Roberto Gesta de Melo!

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Olímpicosmoedas comemorativas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.