'Fábrica' de atletas chineses é exibida a estrangeiros

Pela primeira vez se pôde conhecer como está sendo feita a preparação dos atletas locais para a Olimpíada

Cláudia Trevisan, Correspondente - O Estado de S. Paulo

11 de abril de 2008 | 16h13

A China permitiu nesta sexta-feira que a imprensa estrangeira se aproximasse pela primeira vez de alguns de seus atletas olímpicos e visitasse as instalações do centro de treinamento de judô, lutas, hóquei na grama, handebol, tênis e levantamento de peso.  Leia a matéria completa na edição deste sábado (12/4) do jornal O Estado de S. Paulo Vote: o revezamento da tocha deveria ser suspenso após os protestos?Nas paredes das instalações cobertas estava o slogan de incentivo aos atletas, escrito em enormes ideogramas vermelhos separados por uma bandeira da China: "lutar unidos e arduamente pela glória do país". Ainda que Cui Dailin, vice-presidente do Comitê Olímpico local tenha dito que a busca de medalhas não é o único objetivo da delegação, a "glória" da China será proporcional ao número de vezes que seus atletas subirem ao degrau mais alto do pódio olímpico.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaPequim 2008Olimpíadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.