Rio-2016/ Divulgação
Rio-2016/ Divulgação

Familiares de atletas ainda não receberam entradas

Cada competidor brasileiro tem direito a quatro ingressos

Gonçalo Junior e Nathalia Garcia, enviados especiais ao Rio, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2016 | 05h00

Familiares de atletas reclamam que ainda não receberam os quatro ingressos a que têm direito do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para assistir às competições da Olimpíada.

 

Preocupados com a falta de informações poucos dias antes dos Jogos, alguns desistiram de esperar e já compraram entradas. A maioria dos familiares prefere manter o anonimato para não prejudicar a distribuição. “Estamos na mão deles. A gente não pode nem reclamar”, diz a mãe de um atleta da ginástica.

 

Celeste Maciel Mota, mãe da jogadora Formiga, ainda não sabe como se programar para acompanhar os jogos da sexta Olimpíada da filha. 

“Estou esperando a Formiga me ligar, mas ainda não sei o que vou fazer”, diz dona Celeste. “Eu queria assistir e espero que ela encerre a carreira na seleção com uma medalha, mas ainda não sei como vou acompanhar os jogos”, diz. Um grupo de atletas da natação chegou a fazer uma cobrança em conjunto para a Confederação Brasileira de Esportes Aquáticos (CBDA), mas não teve sucesso. 

CRONOGRAMA

O COB, por sua vez, afirma que os familiares já foram avisados do cronograma de entrega dos ingressos e que não houve alterações. “Nós já estamos com os ingressos comprados. Acho que a distribuição começa no dia 2. Eles (os pais) estão mais do que avisados”, afirma Marcus Vinícius Freire, diretor executivo de Esportes do COB.

De acordo com o dirigente, foi criado um programa de relacionamento e acolhimento para os familiares a partir da experiência do COI em Londres chamado “Family and Friends (Familiares e Amigos). 

As famílias deveriam cadastrar quatro pessoas para o recebimento dos ingressos. De acordo com o COB, foi organizado um grupo virtual (WhatsApp e de e-mail) dessas quase duas mil pessoas e oferecido um aplicativo com informações sobre transporte, locais de encontro, horários, etc. Ainda de acordo com a entidade, uma central foi criada apenas para atender aos familiares dos atletas 

Durante os Jogos, todos vão poder se encontrar em um espaço no Riocentro, de acordo com a programação de cada modalidade. Outro local, no Shopping Via Parque, será o palco das celebrações pelas medalhas.

Ainda em relação aos ingressos, Marcus Vinícius explica que existem algumas particularidades. No caso do judô, por exemplo, o ingresso só poderá ser comprado depois que determinado judoca for classificado para a fase seguinte. 

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos olímpicosOlimpíadaRIo 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.