Fernando González será porta-bandeira do Chile nos Jogos

Atual 15.º na ATP, tenista ouro nas duplas em Atenas 2004, foi eleito com 57% da preferência dos torcedores

EFE

31 de julho de 2008 | 15h58

O tenista Fernando González foi eleito porta-bandeira do Chile na cerimônia de abertura dos Jogos de Pequim, em 8 de agosto, segundo informações do comitê olímpico local. Atual número 15 do Ranking de Entradas da ATP e ouro nas duplas dos Jogos de Atenas com Nicolás Massú, González obteve 56,76% dos votos e superou a atleta Natalia Ducó, do arremesso de peso, com 27,81% de preferência. O terceiro lugar ficou para Massú, que também foi ouro nas simples em 2004, com 6,02%. A votação foi feita por telefone, através do sistema de mensagens de texto. O porta-bandeira dos Jogos de 2000, em Sydney, foi Massú - escolhido de última hora devido à desistência do também tenista Marcelo Ríos, que se negou a levar a bandeira por ter brigado com os dirigentes. Em Atenas, a porta-bandeira foi a nadadora Kristl Kobrich, então com 18 anos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.