Fiba suspende punição e México poderá disputar vaga no Rio-2016

Seleção masculina do país precisa ir bem no Pré-Olímpico Mundial

Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2016 | 12h09

Depois de conquistar uma vaga no Pré-Olímpico Mundial, a seleção mexicana masculina de basquete corria o risco de ficar de fora da briga por um lugar na Olimpíada do Rio graças a uma punição da Federação Internacional de Basquete (Fiba). Nesta quarta-feira, no entanto, a entidade suspendeu a sanção e confirmou que o país poderá disputar o evento no Brasil se ficar com uma das três vagas restantes.

A Fiba informou que seu comitê executivo decidiu encerrar uma suspensão aplicada em novembro do ano passado. Na ocasião, a entidade entendeu que o governo mexicano estava intervindo no funcionamento das federações esportivas do país, algo proibido em seu estatuto.

Políticos mexicanos chegaram a admitir a possibilidade de o país ser barrado dos Jogos do Rio por causa de uma disputa interna por uma agência de inspeção financeira de órgãos esportivos do governo. Depois de uma nova avaliação, no entanto, a Fiba revogou a decisão e permitiu que o México ao menos tenha a possibilidade de disputar uma vaga para vir ao Brasil.

Para isso, no entanto, a seleção local precisará ser campeã de um dos três grupos do Pré-Olímpico Mundial, que acontecerá de 4 a 10 de julho em Turim (Itália), Manila (Filipinas) e Belgrado (Sérvia). Além do México, estarão na disputa dessas vagas: Angola, Canadá, República Checa, França, Grécia, Irã, Itália, Japão, Nova Zelândia, Filipinas, Porto Rico, Senegal, Sérvia, Tunísia, Letônia, Turquia e Croácia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.