Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Final do futebol na Olimpíada pode deixar o Maracanã para ser na Arena Corinthians

Estádio em Itaquera já tem 10 jogos confirmados para 2016 

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

30 de novembro de 2015 | 18h57

As finais do torneio de futebol nos Jogos Olímpicos do Rio-2016 poderão ser realizadas no Itaquerão. A informação, dada pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo durante seminário na sexta-feira, não foi totalmente rechaçada pelo Comitê Rio-2016 nesta segunda.

O estádio do Corinthians já tem a garantia de que irá receber dez partidas de futebol, entre jogos do masculino e do feminino, durante a Olimpíada. Agora, a cidade luta para abrigar também a final olímpica. A mudança pode ocorrer em virtude dos preparativos para a Cerimônia de Encerramento dos Jogos, que acontece no Maracanã apenas um dia após a decisão masculina e dois após a final do feminino.

"Vamos sediar a disputa do bronze no futebol feminino e temos a grande chance de também sediar a disputa da medalha de ouro em São Paulo, no Itaquerão", disse Fabio Lavagettir, representante da Secretaria de Turismo no Comitê Paulista das Olimpíadas 2016. A declaração foi dada durante seminário da Associação Comercial de São Paulo, realizado no Anhembi, e reproduzida pela ACSP.

Nesta segunda-feira, o Comitê Rio-2016 disse que a previsão é de que as finais ocorram no Rio. A entidade, porém, não descartou totalmente a possibilidade de mudança, uma vez que ainda não foram realizados os sorteios das chaves e a Fifa ainda não bateu o martelo. "No momento, estamos trabalhando com a hipótese de que as finais sejam no Maracanã", declarou Mario Andrada, diretor de Comunicação do Rio-2016. Na plataforma de venda de ingressos, as duas finais estão previstas para o estádio carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.